1205795 60656767 cbcs 300x225 Jovens aprendem persistência com os pais Seu filho vai até o fim ou desiste quando as coisas ficam difíceis? Estudo sugere que estilo parental – ou de criação – conhecido como autoritativo pode ajudar os jovens a serem mais persistentes e este aprendizado é passado geralmente pelo pai.

As pesquisadoras Laura Padilla-Walker e Dia Randal, da Universidade Brigham Young, no EUA, chegaram a esta conclusão analisando dados de 325 famílias formadas pelo pai, mãe e pelo menos um filho, com idade que variou dos 11 aos 14 anos.

“Em nossa pesquisa nós perguntamos: seus filhos consegue terminar um projeto? Eles estabelecem um objetivo e o atingem?”, diz Day. “Aprender isto estabelece uma fundação para que crianças lidem bem com o estresse e as pressões da vida.”

Segundo os resultados, cerca de 52% dos pais no estudo apresentaram níveis acima da média de autoridade parental. Com o tempo, seus filhos foram significativamente mais propensos a desenvolverem a persistência, o que levou a melhores resultados na escola e menores níveis de delinquência.

Apesar de terem examinado jovens que viviam com o pai e a mãe, as autoras sugerem que as famílias monoparentais também são capazes desempenhar um papel importante no ensino da persistência.

Autoridade não é ser autoritário

Segundo os resultados, para que os adolescentes aprendam, é preciso que os pais adotem o estilo (modelo) parental, ou de criação, conhecido como autoritativo – que não deve ser confundido com autoritarismo. Elas observam que a autoridade parental é formada por três fatores básicos:

- as crianças sentirem que são amadas por seus pais;

- explicação das razões que estão por de trás das regras estabelecidas;

- conceder às crianças nível adequado de autonomia.

“Os pais devem tentar se envolver na vida de seus filhos e se engajar em interações de alta qualidade, mesmo que a quantidade destas interações seja menor do que o desejável”, conclui Padilla-Walker.

Os resultados do estudo foram publicados no Journal of Early Adolescence.

-

por Marina Teles



Que tal receber nossas notícias diretamente no seu email e ficar ligado em todas as novidades sobre saúde e bem estar? Email:


Aproveite e curta nossa página no Facebook:

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 média de votos: 5,00 de 5)